Inicio
História
Fale Conosco
+ Aumentar fonte
- Diminuir fonte
Ir para o conteúdo
 
 
 
Untitled Document
>Início >> A Cidade >>História
 
A região de Jeremoabo, no nordeste da Bahia, foi povoada originalmente por Tupinambás dos grupos Muongorus e Cariacás. A palavra Jeremoabo em língua tupinambá significa plantação de jerimum. No século XVI, o português Garcia D’Ávila recebeu do rei João III uma sesmaria de 60 léguas quadradas, abrangendo as terras onde hoje se localiza o município. Em conflito com os missionários, que se opunham à escravidão dos índios, D"Ávila incendiou a povoação original, reconstruindo-a depois por intervenção do Papa e do governo colonial.

Em 1688 foi expedida a patente de Sebastião Dias, primeiro Capitão–Mor da aldeia Muongorus de Jeremoabo. Dez anos depois, Jeremoabo foi elevada à categoria de julgado.

Em 1778, o Governo Geral do Brasil criou a freguesia de São João Batista de Jeremoabo, cuja paróquia passou a ser dirigida pelo padre Januário de Souza Ferreira. Segundo documentos da época, havia na sede 32 casas construídas e uma população de 252 habitantes. Em conseqüência de sua grande extensão territorial, várias povoações em geral antigas aldeias indígenas desmembraram-se da Jeremoabo original, vindo a se constituir em outras freguesias e mais tarde em municípios: Monte Santo em 1790, Cícero Dantas em 1817, Tucano em 1837, Ribeira do Pombal em 1837, Santo Antônio da Glória em 1840, etc. Jeremoabo tornou-se vila por decreto de 25 de Outubro de 1831, ganhando condição de cidade em 6 de Julho de 1925.

Créditos da Informação: http://www.jeremoabo.ba.io.org.br/historia
 
 
 
 
   
Prefeitura do Município de Jeremoabo/BA
Av. Dr. José Gonalves de Sá - Jeremoabo - BA
(75) 3203-2156 | contato@jeremoabo.ba.gov.br
©2017 - Todos os direitos reservados